Onde estamos

Em Sines, desde 4 de Julho de 2003, ao fundo da avenida principal da cidade, onde acabam os prédios e começam as vivendas, volta à esquerda e... chegou!

Av. 25 de Abril, 8 - loja C

7520-107 SINES

T.: 269630954

F.: 269630955

adasartes@gmail.com

http://adasartes.blogspot.com

sábado, março 09, 2013

Azulejos Cortiço & Netos

Já chegaram os COMBOS de azulejos Cortiço & Netos!

Resultam de uma combinação de quatro azulejos distintos seleccionados da colecção C&N. Evocam um passado, uma memória e um património, tornando-o, assim, Presente. Para já, temos quatro COMBOS diferentes, numerados de 1 a 4 (sequência das fotos abaixo).


Há 30 anos que a Cortiço & Netos armazena e comercializa o que poderá ser considerado o maior espólio de azulejo industrial Português. O stock provém maioritariamente de linhas de produção descontinuadas, recolhidas junto de fábricas e distribuidores ao longo dos anos.

Na colecção encontram-se revestimentos cerâmicos e loiças sanitárias que abrangem exemplares produzidos desde a década de 60 (alguns anteriores) em diante. Muitas das fábricas foram já extintas, e são um marco importante na história da produção industrial Portuguesa. Desta maneira, os produtos disponíveis na C&N são únicos, e um testemunho inestimável do património industrial Português. Alguns exemplos de fabricantes e marcas que fazem parte do nosso espólio: Aleluia, Amarona, Azupal, Cavalinho, Celena, Ceres, Ceralco, Cesol, CIC, Coimbra, Constância, Decocer, Estaco, Gresval, Loiças de Sacavém, Sanitana, Lufapo, Poceram, Revigrés, Roca, Valadares, Viúva Lamego.
A C&N orgulha-se da sua colecção e reconhece o seu valor histórico e cultural, pelo que paralelamente à actividade comercial, que impulsionar uma investigação aprofundada sobre o azulejo industrial Português. Para tal, tem vindo a desenvolver esforços de cooperação com Universidades nacionais, de forma a promover projectos de pesquisa académica sobre este tema (mais em Investigação).
O material da C&N atrai também a atenção de artistas, designers e arquitectos que utilizam o stock (principalmente os azulejos) nos seus projectos.
A Cortiço e Netos é uma empresa familiar, fundada por Joaquim Cortiço (avô), ainda em funções, e cujos netos querem agora ter um papel activo para continuar aquilo que acham ser um legado da maior importância.